Bomba Intratecal é Tema de Curso Sobre Técnicas Intervencionistas Voltadas Para o Tratamento de Dor

Atualizado: 6 de out. de 2021


“A Aplicação da Neuromodulação no tratamento da dor” foi o tema do jantar científico realizado pela Medicicor no dia 16 de julho, às 19h, no Hotel Fiesta, que fez parte da programação do Safe Dor – o 1º Curso Hands On Norte-Nordeste de Tratamento Intervencionista da Dor na Coluna. O evento foi promovido pelo Itaigara Memorial Hospital Dia e o Itaigara Memorial Clínica da Dor em parceria com a Singular Cursos, nos dias 16 e 17 de julho.


O encontro teve como palestrante o anestesiologista, com atuação em dor e cuidados paliativos, Carlos Marcelo Barros, que discorreu sobre a indicação e manejo da bomba intratecal. O especialista iniciou sua palestra alertando que a “bomba é uma opção terapêutica para casos de dor e espasticidade, que sejam refratários a outros métodos mediante a administração de fármacos”. Durante sua exposição ele relatou as contra indicações para o uso da bomba – coagulopatias, câncer hepático e metástase entre outras enfermidades – como também alertou aos participantes da importância de “ficar atento a manutenção de doses moderadas de medicamento, monitorar os efeitos colaterais e eficácia, além da permanência do médico no controle da dosagem”, pontuou.


O anestesiologista, professor e coordenador da pós-graduação em Dor do Hospital Albert Einstein acredita que a bomba intratecal ainda é subutilizada no Brasil, “por desconhecimento’’. “Precisamos de médicos especializados, que tenham conhecimento profundo e seguro do manejo do dispositivo. Posso afirmar que falta material humano bem preparado para lidar com a bomba”.


O curso

O SafeDor foi um curso de intervenção diferenciado, que conciliou informações quanto às técnicas mais modernas direcionadas ao tratamento da dor na coluna e reuniu renomados profissionais nacionais da intervenção em dor, que dividiram seu saber e experiência com médicos locais e de outros estados através de palestras e práticas ao vivo.


O curso foi realizado em duas etapas. No primeiro momento, na sexta (16), ocorreu aulas teóricas, que possibilitaram aos profissionais de saúde se atualizarem quanto às diferentes abordagens intervencionistas disponíveis para o tratamento da dor na coluna. No segundo momento, já no sábado (17), os alunos foram convidados a pôr em prática os conhecimentos adquiridos. As aulas aconteceram no centro cirúrgico do Itaigara Memorial Hospital Dia e em salas preparadas para o treinamento. No curso não houve a participação de pacientes.

2 visualizações0 comentário