Sistema Circulatório Agudo é tema de conferência


A importância do dispositivo CentriMag (Abbott) – Sistema Circulatório Agudo foi o tema da palestra do cirurgião cardiovascular Gustavo Calado de Aguiar Ribeiro (SP), ministrada para uma plateia de cirurgiões cardíacos no dia 11 de janeiro, às 19h, no salão de eventos do restaurante Barbacoa. Inicialmente o presidente do Grupo Medicicor, Kleuder Leão, e a gerente nacional de vendas da Abbott, Tássia Lima agradeceram a participação dos especialistas no evento.


Em seguida, o palestrante abordou sobre a importância dos dispositivos de assistência ventricular temporária que eram recomendados na falência após saída de circulação extracorpórea durante operações cardíacas abertas, porém segundo ele, a indicação dessa terapia vem sofrendo mudanças e se expandindo, para uso como terapia de suporte para pacientes na fila de espera por transplante cardíaco ou como terapia de destino como tratamento de escolha.


O cirurgião Gustavo Calado, que é responsável pelo Serviço de Cirurgia Cardiovascular da Pontifícia Universidade Católica de Campinas e membro titular da SBCCV falou sobre a utilização do ECMO, lembrando a importância do equipamento no início da pandemia. “O ECMO ou oxigenação por membrana extracorpórea é, basicamente, uma técnica para fornecer suporte circulatório e de oxigênio para o coração e os pulmões em pacientes que estão com esses órgãos debilitados por uma patologia aguda e reversível”, descreveu.


Durante sua conferência o especialista também discorreu sobre o dispositivo CentriMag, especialmente desenvolvido para o tratamento de pacientes com choque cardiogênico agudo de qualquer etiologia, incluindo infarto agudo do miocárdio, miocardite, pós-cardiotomia e complicações após procedimentos realizados no laboratório de hemodinâmica, podendo ser empregado como suporte para o ventrículo esquerdo, direito ou biventricular.


O cirurgião fez uma exposição detalhada de diversos casos clínicos de ECMO e CentriMag e afirmou que ambos “são Sistemas Circulatórios Agudos e uma valiosa assistência para o coração. Pois é um coração artificial externo e um suporte temporário até que o paciente consiga realizar seu transplante. Isso dá uma segurança ao médico que trata de um paciente grave, que pode sofrer uma descompensação e assim podemos controlar a situação. Por isso, encontros como este aqui em Salvador são importantes, pois sempre é um momento de intercâmbio muito valioso, com troca de informações e experiências que agregam novos conhecimentos”, ressaltou.

3 visualizações0 comentário